sexta-feira, 30 de novembro de 2012

CAFÉ LITERÁRIO

Ocorreu na noite de 28/11, na sala 23, o CAFÉ LITERÁRIO DA TURMA DO 3º SEMESTRE A.
Sob a orientação das professoras Izabel Moreira e Gabriela Anflor, os alunos organizaram o Café Literário, apresentando obras importantes da Literatura Brasileira.
Parabenizamos os alunos pelos excelente trabalho realizado, pelo empenho, criatividade e carinho.
 





 

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

III NATAL SOLIDÁRIO DO PRUDENTE

O III NATAL SOLIDÁRIO DO PRUDENTE será realizado no dia 05/12/12 às 19 horas na Escola com apresentação do CAT, do CORAL PEQUENOS CANTORES DE OSÓRIO e a CHEGADA DO PAPAI NOEL. Após o evento serão entregues os cestos básicos para famílias contempladas.
Agradecemos a colaboração de todos que quiserem participar.

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

O MUNDO QUE TU OUVES É O MESMO QUE EU VEJO – SEMANA DO SURDO


 
PROJETO
 


DADOS DE INSTITUIÇÃO

 
1.    NOME DA ESCOLA: Escola Estadual de Educação Básica Prudente de Morais.

1.2  ENDEREÇO COMPLETO: Avenida Brasil, 243 – Bairro Porto Lacustre – Osório/RS CEP 95520-000

1.3  E-MAIL DA ESCOLA: pedagogicoprudente@ymail.com

1.4  E-MAIL DO DIRETOR: anarrufino@hotmail.com

1.5  NÚMERO TOTAL DE ALUNOS DA ESCOLA: 1300 alunos

1.6  NÚMERO TOTAL DE ALUNOS NA CATEGORIA EM QUE SE INSCREVEU (MÉDIO): 404

1.7  NÚMERO TOTAL DE ALUNOS QUE PARTICIPAM DO PROJETO: 

·         DE FORMA DIRETA: 45 alunos

·         DE FORMA INDIRETA: 1300 alunos

1.8  NOME DO DIRETOR TITULAR: Ana Maria Rocha Rufino

 
DADOS DO PROJETO

 2.1. NOME DO PROJETO: O mundo que tu ouves é o mesmo que eu vejo – Semana do Surdo
2.2. DURAÇÃO DO PROJETO: De 20 de Agosto à 29 de Setembro de 2012
2.3. NATUREZA PROPRIETÁRIA DA AÇÃO: Educação, Comunicação e Cultura
2.4. BENEFICIADOS DIRETOS E INDIRETOS DA AÇÃO: Alunos, famílias e comunidade escolar
2.5. NÚMERO TOTAL DE PESSOAS BENEFICIADAS: 1400 pessoas aproximadamente
2.6. HISTÓRICO DO SURGIMENTO DO PROJETO:

O projeto “O mundo que tu ouves é o mesmo que eu vejo” – Semana do Surdo, surgiu no ano de 2008, por iniciativa das professoras Letícia Netto, Magda Soares e Mercedes Scalco e dos alunos da Classe Específica de Surdos a qual  foi iniciada no ano anterior.
As Classes Específicas de Surdos lutam pela consolidação da história, cultura e identidade surda, reivindicando o respeito a sua situação linguística diferenciada, com o reconhecimento da Língua de Sinais como seu símbolo identitário.
           Apesar de todo esforço pelas bandeiras deste grupo minoritário, ainda há muito a se fazer, levando informações à comunidade ouvinte do nosso município, em especial, a nossa comunidade escolar.

2.7 PARCERIAS FIRMADAS PARA VIABILIZAÇÃO DO TRABALHO:

·         11°Coordenadoria Regional de Educação;

·         Meios de comunicação (rádio, jornais e sites);

·         ONG MISME (Ministério Mãos que se Esforçam);

·         Comércio local;

·         Alunos egressos do Ensino Médio Classe Específica de Surdos;

·         Prefeitura Municipal de Osório e Câmara Municipal de Vereadores.

2.8 QUAL A IMPORTÂNCIA DA PARTICIPAÇÃO DE CADA UM DOS PARCEIROS:

 Primeiramente a Coordenadoria por ser a mantenedora e por ofertar os recursos humanos, já os meios de comunicação são parceiros fundamentais para a divulgação do projeto. O comércio local patrocina materiais de divulgação como: Camiseta, pastas, adesivos, panfletos entre outros. Os alunos egressos colaboram com o planejamento e execução das atividades. Prefeitura e Câmara de Vereadores cedendo os espaços públicos e transporte para os alunos e professores envolvidos com o projeto. 

2.9 PROFESSORES RESPONSÁVEIS PELA COORDENAÇÃO DOS TRABALHOS:

* Gabriela Grassi Anflôr

* Mercedes Scalco

* João Souza de Oliveira 

DIAGNÓSTICO E METODOLOGIA  UTILIZADA

 3.1 PROCEDIMENTOS UTILIZADOS PARA O INÍCIO DA AÇÃO:

Inicialmente é feito uma reunião com professores e alunos para definição das ações a serem realizadas na preparação, organização e execução do projeto, levando em conta os desejos, as dificuldades encontradas no cotidiano escolar, na vida social, no mundo do trabalho, tendo como foco o reconhecimento da cidadania bilíngue.

 3.2  DIAGNÓSTICO DA SITUAÇÃO TRABALHADA:

A escola atende a Classe Específica de Surdos no Ensino Médio e  vivencia todas as dificuldades em relação a garantia da comunicação, ao direito a aprendizagem escolar de qualidade, as ações e análises sobre as políticas públicas, sobre a mediação e discussões sobre a educação bilíngüe, questões referentes à cultura e identidade surda, valorização dos professores de surdos, tratando também da formação destes profissionais.

 3.3 ESTABELECIMENTO DE OBJETIVOS:

·         Reivindicar a garantia da comunicação e acesso ao conhecimento e aprendizagem;

·         Divulgar para a comunidade a existência de uma instituição de ensino com atendimento especializado para alunos surdos no ensino médio;

·          Buscar a valorização da Língua de Sinais e da educação bilíngue;

·         Evidenciar as potencialidades do aluno surdo para o prosseguimento dos estudos e para o mundo do trabalho.

3.4 PLANOS DE AÇÃO ESTABELECIDOS E OPERACIONALIZAÇÃO DO PROJETO:

Primeiro passo:

Reunião de planejamento com alunos, professores e coordenação pedagógica para definir as metas a serem atingidas para o momento, períodos de realização e parcerias possíveis.

Segundo passo:

Operacionalização do projeto através de  estudos com alunos em sala de aula, busca das parcerias, confecção de materiais e divulgação de projeto.

Terceiro passo:

Execução do projeto, momento em que é colocado em prática todas as ações pensadas e planejadas, com a realização das oficinas de Libras em todas as salas de aula nos  três turnos de funcionamento da escola, desde as séries iniciais, séries finais, ensino médio até o  ensino técnico profissionalizante. Explanação sobre a Cultura Surda no auditório da escola para alunos e professores, onde foi discutido as questões identitárias do aluno surdo.

            Momento de jantar de integração entre alunos surdos e seus familiares, alunos ouvintes, professores, equipe diretiva e alunos egressos de turmas de surdos. Também foi feita, pelos alunos do ensino médio, a apresentação teatral “A Rapunzel Surda”, que foi uma adaptação do conto de fadas “Rapunzel”.

Como culminância do projeto foi realizada a socialização de todas as atividades realizadas através de panfletos, painéis e  baners no Largo dos Estudantes, local público onde acontecem atividades culturais e sociais, atraindo sempre um grande público aos sábados pela manhã.

3.5 DIVULGAÇÃO E ENGAJAMENTO DA COMUNIDADE ATENDIDA:

A divulgação é feita junto à comunidade escolar através de  mídias (jornais, blogs, rádio, panfletos), comunicação direta dos professores com seus pares, dos alunos surdos, alunos ouvintes, ex-alunos, funcionários, familiares e a comunidade escolar, comunidade surda e ONG.

 
PROCESSO DE AVALIAÇÃO DE RESULTADOS

 4.1 INDICADORES DE AVALIAÇÃO:
Não temos indicadores precisos de sucesso, mas constatou-se em reunião de avaliação do projeto O mundo que tu ouves é o mesmo que eu vejo, que obtivemos bons resultados, pois tivemos a participação de 100% dos alunos surdos e seus professores. Outro indicador foi a participação dos alunos e comunidade nas atividades desenvolvidas, que culminaram com a inclusão da disciplina de Libras na estrutura curricular do ensino médio regular ( o regimento escolar que contempla a disciplina de Libras está em fase de análise junto a mantenedora).

4.2 ANÁLISE CRÍTICA DOS ALCANCES DOS OBJETIVOS:
Os objetivos propostos para o projeto foram plenamente alcançados; no entanto poderíamos ter atingido um número maior de participantes através de parcerias com faculdade local e escolas da região que atendem as Classes Específicas de Surdos, fortalecendo ainda mais este movimento de inclusão. 

4.3 CONTRIBUIÇÕES SIGNIFICATIVAS:
Uma das mais importantes contribuições foi o entendimento de que a disciplina de Libras deva fazer parte das estrutura curricular do Ensino Médio e também de outros níveis de ensino, e esta mudança já está sendo operacionalizada. 

4.4 O TRABALHO E SEUS RESULTADOS FORAM ENVIADOS A ALGUM ÓRGÃO PÚBLICO?

Sim, foi enviado o projeto e seus resultados como justificativa para a implantação da disciplina de Libras nas turmas regulares, juntos a Coordenadoria de Educação. 

4.5 CONTINUIDADE DO PROJETO:
           O projeto já está na sua 5ª edição e terá continuidade no próximo ano, no qual buscaremos estabelecer novas parcerias, abranger um público ainda maior para o fortalecimento da Língua de Sinais e da educação bilíngue.

4.6 NOVOS PROJETOS:
A escola desenvolve anualmente projetos tais como:

·         A Sacola da Leitura

·         Mais Educação

·         Vida Saudável

·         Feira das Profissões

·         Autor Presente

·         Arte Literária

·         Mostra de Ciências

·         Dia da Solidariedade

·         Exposição Histórica da Escola

·         Diversidade Cultural. Entre outros projetos.