REESTRUTURAÇÃO CURRICULAR DO ENSINO MÉDIO

Caminhante não há caminho, o caminho se faz ao andar”
Antônio Machado.

Parecer CNE/CEB nº 39/2009
Aplicação do Decreto nº 5.154/2004 - Educação Profissional Técnica de Nível Médio e no Ensino Médio
Urgência na adequação das Diretrizes Curriculares Nacionais, no que se refere à Educação Técnica de Nível Médio - implantação imediata.

Parecer CNE / CEB nº 05/2011
PDE estabelece metas para o Brasil de 2011 à 2020
Universalizar até 2016 atendimento para toda a população de 15 a 17 anos e até 2020 elevar a taxa de matrículas no Ensino Médio para 85%;
Universalizar atendimento para estudantes com deficiência dos 4 aos 17 anos;
Oferecer educação integral em 50% das escolas públicas de Educação Básica;
Atingir médias do IDEB;
Duplicar matrículas da Educação Profissional Técnica de Nível Médio;
25% de matrículas EJA na forma integrada a Educação Profissional...
Pesquisas apontam 75% dos alunos já estão inseridos no mercado de trabalho;
Trabalho está mais presente na vida dos jovens do que a escola;
Muitos abandonam a escola pelo emprego;
Desencaixe entre escola e jovens não deve ser visto como incompetência da escola ou desinteresse do aluno;
O Brasil passa por um novo ciclo de desenvolvimento e por contradições sociais ( avanço na inclusão educacional sem transformar a estrutura social desigual – acesso precário à saúde, cultura, lazer, trabalho, transporte);
Jovens criam novas expectativas de inserção ao mundo do trabalho e em relação ao papel da escola nos seus projetos de vida.
Escola
Ressignificar para atender esse público alvo (acolhimento - Conhecemos nossos estudantes? Proximidade? Expectativas? Interesses? Necessidades? );
Viabilizar inserção e condições e novas formas de organização da proposta de trabalho – metodologias e de seu Projeto Político Pedagógico;
Reconhecimento da diversidade;
Noturno: local de incentivo, desafios, construção do conhecimento e transferência social (adequar as condições do educando sem reduzir nº aulas e qualidade do ensino; Alunos saem e voltam pelo valor da escolarização, dificuldade de conciliar trabalho e escola, dificuldades financeiras).
Arroyo afirma : ” é um trabalhador estudante”
Necessidade de aprofundamento teórico: LDB 9394/96, Parecer nº 06/2001 CEE/RS, Parecer nº 851/2000 (avaliação), Parecer nº 693/2001, Diretrizes Curriculares Nacionais, Resolução do CEE nº 02 de 30/01/ 2012, Parecer nº 156 de 27/01/2012 (regimento provisório);
Sentidos da escola... Investigar... Por que evadem? Reprovam? Perda do significado? Crise? Conteúdos sem significado? Conteúdos, qual o sentido? Quais são os vínculos do aluno com a escola? Por que mudar?
Ensino Médio Politécnico / Perfil em construção:
Deverá promover o aprofundamento dos conhecimentos do Ensino Fundamental e a preparação para o trabalho e cidadania(aprimoramento do educando como pessoa);
Importante: ouvir, acolher sem preconceitos, enxergar quem está à nossa frente, teorizar a prática e repensar nossa prática dentro da escola.
Currículo organizado a partir das quatro áreas do conhecimento, as quais abarcam as disciplinas tradicionais, mais a parte diversificada, totalizando 30 períodos, sendo 4 destinados para o Seminário Integrado.
Trabalho, ciência , tecnologia e cultura são instituídos como base da proposta de desenvolvimento curricular do Ensino Médio
Trabalho como princípio educativo
Pesquisa como princípio pedagógico
Direitos humanos como princípio norteador
Sustentabilidade ambiental como meta universal
Desafio: implantação de uma política permanente de formação docente para o EM
Decreto nº 6755/2009 - Politecnia: implica a união entre escola e trabalho, instrução intelectual e trabalho produtivo, educação do intelecto, do corpo, tecnológica, cultural (formação humana integral – Om nilateral ) ;
O conhecimento só tem significado no contexto;
Consiste em levar à sala de aula um currículo organizado a partir das quatro áreas do conhecimento, levando em consideração os contextos e a diversidade;
Seminário Integrado: É a novidade da proposta. Ele nasce como um eixo articulador entre a teoria e a prática, trazendo para a sala de aula a realidade do aluno, que passa a determinar o conteúdo das disciplinas;
Possibilita o diálogo entre os componentes curriculares, consolidando as relações teoria-prática-parte-totalidade.
Seminário Integrado: é disciplina e deve ser organizado através de projetos com significado;
Projeto: define a metodologia de trabalho das disciplinas (ação-reflexão-ação), possibilita a intervenção na realidade e a construção do conhecimento, ocorrendo assim, uma nova problematização.
Coordenador: das áreas do conhecimento passa a ser um articulador entre as áreas do conhecimento e as disciplinas.
Currículo: considerar os significados socioculturais, articular saberes cotidianos e o conhecimento historicamente acumulado ; educador ir além; professores e alunos protagonistas; investigação sócio antropológica deverão subsidiar o planejamento geral da escola e o seminário deve aprofundar.
Avaliação : Emancipatória (diagnóstica, formativa, contínua e cumulativa);
Regimento: vigência provisória.
Desafio:
Implantação das mudanças, através da construção coletiva na perspectiva de encontrarmos o caminho que propicie o conhecimento.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Projeto: Construindo Novos Saberes Através do Mundo da Leitura

CONTRATO PEDAGÓGICO

Rematrícula, Inscrições e Matrículas